O Operador Nacional do Sistema Elétrico anunciou ter registrado nesta semana recorde instantâneo de geração de energia solar fotovoltaica. O recorde anterior já havia sido batido em julho

Na contramão da seca em todo o Brasil e os desafios de geração de energia nas usinas hidrelétricas, a rede de energia solar na região Nordeste, a principal do país nesta frente, registrou recorde de geração nesta semana.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) anunciou que o recorde de geração instantânea foi batido na manhã de quinta-feira, 26. Foi registrado às 11h57 um pico de 2.336 megawatts (MW).

O montante foi suficiente para atender a 20% de toda a demanda elétrica da região naquele minuto.

A rede de energia solar da região Nordeste vem batendo recordes nos últimos meses, enquanto a matriz hidrelétrica sofre com a falta de chuvas.

O recorde anterior já havia sido batido em 19 de julho, com 2.211 MW de geração  de energia solar instantânea.

A região Nordeste abriga a maior parte das usinas solares fotovoltaicas e eólicas (geração a partir do vento) no Brasil. A energia gerada também é exportada a outras regiões.

Fonte: Exame